Max Keiser: “Bitcoin vai ultrapassar os U$ 15.000 essa semana”

O antigo investidor do Bitcoin, Max Keiser, twittou ontem uma previsão de que o preço do Bitcoin atingirá a marca de U$ 15 mil esta semana em meio a problemas com o governos centrais e bancos.

O preço do Bitcoin fez um retorno notável neste verão (no hemisfério norte), vindo de uma baixa de U$ 5.500 no início de maio para um máximo de quase U$ 13.000 no final de junho. Desde então, os mercados arrefeceram, colocando o preço de um único bitcoin em U$ 10.700 no momento da redação dessa matéria. No topo desta tendência compradora, o domínio do BTC também tem estado em alta, saltando em torno de 50% para mais de 65% do mercado de cripto hoje.

Max Keiser, fundador da Heisenberg Capital, tem comprado Bitcoin desde os tempos em que valia apenas um dólar. Ao longo dos anos, ele tem sido muito vocal em seu apoio às criptomoedas, incentivando outros a investir e construir nesse ambiente. Ele também é um grande defensor do Maximalismo do Bitcoin, falando frequentemente sobre como o valor no âmbito das criptomoedas fluirá para o Bitcoin. Ontem no Twitter, ele fez suas previsões sobre onde ele vê o preço do BTC a curto prazo.

“Estou sentindo que o #Bitcoin vai ultrapassar $ 15.000 esta semana. A confiança nos governos centrais, bancos centrais e moeda fiduciária centralizada está em uma baixa de várias décadas.”

Embora essa previsão possa ser um pouco otimista, ela se baseia em um importante ponto de venda de criptomoedas sobre suas contrapartes centralizadas e apoiadas pelo estado: descentralização.

Separação entre dinheiro e Estado

O Bitcoin é único. É o primeiro sistema de transferência de valor que não foi controlado por terceiros. Os defensores dizem há anos que um sistema monetário que não era controlado por um governo central é uma moeda fiduciária alternativa muito melhor, pois haveria um suprimento seguro e estável e estaria imune à política monetária federal. E, a longo prazo, isso pode ser verdade.

Temores de uma recaída econômica mundial vêm se espalhando entre os economistas ultimamente, com a escalada da guerra comercial EUA-China. Também a Grã-Bretanha preocupa, indo cada vez mais rápido em direção a um Brexit sem compromisso, algo que colocaria a economia da região no caos.

Além dessas incertezas que afetam o mercado, muitos economistas estão prevendo uma desaceleração econômica geral devido à explosão de várias economias mundiais na última década. Em alguns países, como a Venezuela e o Zimbábue, experimentaram enormes taxas de inflação na última década. Mesmo com a oscilação do preço do Bitcoin, ainda pode ser melhor do que suas moedas locais. À medida que as economias em todo o mundo se deparam com mais e mais problemas, muitas pessoas podem começar a considerar alternativas descentralizadas, como o BTC ou o Bitcoin Cash, para resguardar ou gastar seu dinheiro.

Texto adaptado de: Bitcoinist

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.