Mesmo esperando aprovação, Bakkt realiza sua primeira aquisição

Ainda não há data prevista para o lançamento da plataforma

Apesar do atraso no lançamento da exchange de futuros de Bitcoin, a Bakkt segue desenvolvendo seus projetos.

De acordo com a CEO Kelly Loeffler, a Bakkt está adquirindo “certos ativos” do RCG (Rosenthal Collins Group), comerciante de comissões futuras. Algum tempo atrás a RCG declarou que estava vendendo contas de clientes e negócios de corretagem para a Marex Spectron, empresa britânica.

Segundo Loeffler, as novas aquisições irão auxiliar a plataforma a aprimorar operações de gestão de risco e tesouraria. A CEO acrescentou ainda que o negócio poderá ajudar a melhorar operações KYC (know your costumer)/antilavagem de dinheiro da Bakkt.

A previsão é de que a transação seja concluída em fevereiro.

“Essa aquisição ressalta o fato de que não estamos imóveis enquanto aguardamos a aprovação regulamentar do CFTC para o lançamento do trading regulado em nosso mercado de cripto. Nossa missão exige significativos investimentos em tecnologia para estabelecer uma plataforma inovadora, bem como experiência no mercado financeiro para oferecer um ecossistema de tecnologia financeira mais confiável para criptomoedas”, disse Loeffler

WeBitcoin: Mesmo esperando aprovação, Bakkt realiza sua primeira aquisição

Quando o projeto foi anunciado, a Bakkt expressou intenções de lançar a exchange de futuros em 24 de janeiro deste ano. Entretanto, a empresa ainda aguarda aprovação do CFTC (Commodity Futures Trading Comission), graças aos planos para custodiar Bitcoin em seu próprio “armazém”.

Quanto ao CFTC, a comissão deve dar início a um período de 30 dias para comentários do público sobre a análise proposta, ainda a ser feita pelo regulador. Enquanto isso, não há previsão de lançamento para a plataforma.

FONTE: COINDESK

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli