O maior Banco da Austrália integrará serviços de Bitcoin no aplicativo

O Commonwealth Bank permitirá que seus 6,5 milhões de clientes comprem, vendam e mantenham Bitcoins em 2022.

O Commonwealth Bank (CBA), permitirá que seus 6,5 milhões de clientes comprem, vendam e retenham Bitcoins diretamente em seu aplicativo bancário, de acordo com a Australian Financial Review. O Banco se tornará o primeiro na Austrália a oferecer aos clientes acesso direto ao Bitcoin e se juntará a um punhado de outras instituições financeiras no mundo para atender à crescente demanda pelo escasso ativo.

De acordo com o relatório, a CBA ainda não fez um anúncio formal e está se preparando para compartilhar seus desenvolvimentos na integração do Bitcoin em seu aplicativo na quarta-feira, 3 de novembro.

Conforme relatou a AFR .

Ele também pode confirmar parcerias com a Gemini, uma Exchange de negociações de  criptomoedas que facilitará as negociações, e a Chainalysis, que fornecerá serviços de conformidade e inteligência para transações em Blockchains.

Fontes próximas ao assunto disseram à AFR que os mais de 6,5 milhões de clientes da CBA seriam capazes de comprar Bitcoin e outras criptomoedas no próximo ano, bem como visualizar seus acervos dentro do aplicativo bancário principal da CBA. Permitir que os consumidores paguem por itens de consumo diários com Bitcoin está “sendo considerado como um recurso adicional que poderia ser adicionado pela CBA no futuro”, de acordo com o relatório.

O CBA é o maior Banco da Austrália e o principal provedor de serviços financeiros do país, incluindo varejo, premium, negócios e Bancos institucionais. Os mais de 6,5 milhões de clientes do Banco representam mais de 25% da população total do país.

Se a CBA prosseguir com seu plano de permitir a compra de Bitcoins por meio de seu aplicativo bancário principal, um quarto da população australiana terá acesso fácil à melhor forma de dinheiro do mundo. Ao reduzir as barreiras, o CBA pode permitir que milhões de pessoas comecem a adquirir seu primeiro Bitcoin já no próximo ano.

No entanto, não está claro se o Commonwealth Bank permitirá que os clientes retirem seu Bitcoin para uma carteira externa da qual eles possuem as chaves privadas. O Banco pode esclarecer seus planos de saques em seu anúncio formal. Mas, se negligenciado, esse recurso por si só pode prejudicar a adoção do Bitcoin a longo prazo, já que o Bitcoin em um aplicativo bancário funcionaria muito como um IOU e efetivamente prejudicaria grande parte da soberania habilitada pelo Bitcoin.

Fonte: Bitcoin Magazine

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_