O que esperar da Ethereum para o futuro?

Ethereum completou 4 anos no último dia 30 de julho. Expectativas para o futuro envolvendo não apenas a criptomoeda, mas também sua tecnologia são elevadas

Que o Bitcoin é a maior e mais difundida criptomoeda do mundo todos já sabem. O que nem todos sabem é que algumas altcoins chamam mais atenção pela tecnologia por trás do seu desenvolvimento do que por reconhecimento proveniente do público. A Ethereum é um desses casos. Embora tenha uma popularidade decente, a Ethereum acaba ofuscada pela Bitcoin quase todas as vezes.

Falamos da segunda maior criptomoeda em capitalização de mercado. A primeira plataforma blockchain de uso geral no mundo. Reconhecida como um primor da programação no universo cripto. Essas são apenas algumas das características marcantes da ETH.

A maiorias daqueles que trabalham com a tecnologia envolvendo a Ethereum afirmam se tratar de um conceito extremamente promissor. Um exemplo é a fala do líder de marketing e crescimento Set Protocol, uma startup baseada em Ethereum:

“Acredito que o ETH alcançará a visão original de ‘computer world’ nos próximos quatro anos, porque o Ethereum 2.0 terá completado seu lançamento. Teremos soluções de dimensionamento maduras (em todas as camadas) e teremos soluções de privacidade adequadas.”

Plataforma

A respeito do funcionamento da Ethereum, ao mesmo tempo como moeda e como tecnologia, podemos citar Ryan Sean Adams, fundador da Mythos Capital e especialista em criptomoedas:

“Daqui a quatro anos será óbvio que a ETH não é uma moeda utilitária, ela é dinheiro. Um valor programável de armazenamento de valor. […] Empréstimos, comércio, poupança. Cada um deles será um protocolo público na economia da Ethereum”.

Adam completou ainda explicando que o os ativos simbólicos gerados na plataforma da ETH já somam mais de 15 bilhões de dólares. Segundo ele a tendência é que a popularidade desses ativos aumente nos próximos anos, agregando ainda mais valor à plataforma.

“Também estamos vendo uma primeira geração de protocolos (descentralizados de finanças) na Ethereum, com U$ 500 milhões bloqueados em empréstimos e protocolos de troca nos últimos 18 meses. […] Esses protocolos formarão a camada bancária desse novo sistema financeiro aberto”.

O otimismo a respeito do futuro da ETH fica evidente a cada dia que passa, seja entre investidores ou desenvolvedores. Como a Ethereum irá reagir à volatilidade do Bitcoin no futuro ainda não sabemos, mas a certeza que fica é a de uma plataforma com enorme potencial de crescimento.

*Imagem: WorldSpectrum por Pixabay

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.