Token Gram: Telegram terá que pagar $ 625.000 em ação judicial de marcas registradas

No início desse ano o Telegram desistiu do desenvolvimento de sua blockchain TON e, consequentemente, de seu token Gram

Depois de lutar pela marca registrada do token “Gram” no tribunal por dois anos, o Telegram agora terá que pagar a uma empresa da Flórida US $ 625.000 após sua decisão de desistir do processo. A empresa de mensagens criptografadas desistiu do processo após encerrar seu projeto de blockchain no início deste ano.

O Telegram processou pela primeira vez a Lantah, LLC em maio de 2018, alegando violação de marca registrada de common law e concorrência desleal sobre a marca registrada Gram. Lantah, uma empresa fundada em 2017 para emitir moeda digital Gram, reagiu. Ela alegou ter sido formada meses antes do Telegram anunciar sua intenção de emitir o token Gram. Isso deu prioridade sobre a marca registrada Gram, argumentou.

Como a CoinGeek relatou em agosto, o Telegram abandonou sua batalha legal com a pequena empresa da Flórida após desistir de seu projeto de blockchain TON. Ela entrou com o pedido de retirada da ação sem prejuízo, permitindo possivelmente arrastar a Lantah para o tribunal novamente no futuro.

Em sua última decisão, o tribunal do Distrito Norte da Califórnia ordenou que o Telegram pague US$ 618.240 em honorários advocatícios incorridos pela Lantah durante o processo de marca registrada. Ele também deve pagar a Lantah um adicional de $ 6.737,35 por custos extras.

A Lantah havia solicitado ao tribunal que cobrasse do Telegram US$ 1,6 milhão pelos honorários advocatícios. A empresa alegou que seus advogados mereciam receber $ 900 por hora por causa dos novos problemas no caso. No entanto, o juiz Charles Breyer concedeu US$ 600 por hora, declarando que a Lantah não foi capaz de justificar sua reivindicação para a taxa mais alta.

O Telegram tem 30 dias para enviar seus registros de taxas e custos, juntamente com propostas que não excedam dez páginas.

O julgamento encerra o projeto blockchain do Telegram em sua totalidade. O projeto atraiu US$ 1,7 bilhão em duas vendas separadas de seu token Gram em 2018. Um ano depois, a SEC atacou a empresa, acusando-a de realizar uma oferta de token digital não registrado. Após uma feroz batalha legal, o Telegram abandonou seu token Gram e fez um acordo com a SEC por US$ 18,5 milhões.

Fonte: CoinGeek

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.