Um marco para o mercado: SEC aprova oferta de tokens da Blockstack

Startup Blockstack consegue aprovação da SEC para oferta de security tokens

Após meses de incerteza em relação ao mercado de cripto, a SEC aprovou recentemente a oferta de tokens da Blockstackstartup focada em uma rede de computação descentralizada.

A empresa realizou a solicitação junto à comissão para a oferta de seu security token em abril, época na qual declarou que seu ativo, o Stacks Token, estava em conformidade com as diretrizes da SEC.

Agora, a startup se tornou a primeira com uma oferta regulamentada de token sob a Reg A+, regulamentação que visa facilitar processos para pequenas empresas em estágio inicial de acesso a fundos, sendo uma alternativa a uma IPO tradicional.

Com a aprovação, a Blockstack pode seguir com sua oferta de $28 milhões.

De acordo com o fundador da empresa, Muneeb Ali, o processo foi longo e dispendioso, visto que a SEC teve que elaborar um novo protocolo para ofertas simbólicas sob a Reg A +, algo que a comissão nunca havia feito antes.

Anteriormente a startup havia arrecadado $47 milhões com uma oferta de token sob a Reg D, que aparentemente não requer aprovação da SEC, porém só é permitido para investidores credenciados. A Reg A+, no entanto, abre a possibilidade para todas as empresas e indivíduos, adicionando valor a aceleradores e pequenas firmas.

Anteriormente o WeBitcoin noticiou que uma parceria entre a plataforma de conformidade e protocolo para emissores de tokens Securitize e a  Associação Japonesa de Security Token (JSTA) irá promover a criação de um ecossistema de security tokens no Japão.

A iniciativa conjunta visa clarear estruturas legais e regulatórias e alavancar a adoção de security tokens em mercados financeiros pela promoção de seu uso prático.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli