Analista acredita que o Bitcoin pode demorar vários anos para voltar ao pico histórico

O ativo tem um caminho “lento e doloroso” pela frente

Apesar de muitos entusiastas, como John McAfee, acreditarem que o Bitcoin logo voltará e ultrapassará a alta histórica, o analista Kevin Dennean discorda.

De acordo com uma notícia publicada pela Forbes, Dennean escreveu:

“Nós fomos atingidos pelo tempo que levou para que os ativos ‘bolhas’ recuperassem seus níveis de pico (até 22 anos para a Dow Jones Industrials) e como os retornos da baixa costumam ser.”

O analista acrescentou que “contingentes cripto-bull deveriam considerar o que acontece após a bolha – nem toda bolha que estoura volta ao antigo pico.”

Dennean acredita que assim como outros ativos, o valor do Bitcoin irá enfrentar um caminho lento a doloroso até se recuperar. Ele comparou o valor de “bolha” da moeda ao colapso do Dow Jones em 1929, sugerindo que acredita que pode levar mais de duas décadas para que a criptomoeda atinja US$20.000 novamente.

Essa é uma previsão um tanto ousada, visto que o valor do Bitcoin apresentou significativa valorização este ano, e no momento da escrita é negociado a US$5.331

WeBitcoin: Analista acredita que o Bitcoin pode demorar vários anos para voltar ao pico histórico
Gráfico apresentado pelo analista onde são comparados valores de ações após pico, seguido do “estouro da bolha”

A previsão de McAfee

Anteriormente o WeBitcoin noticiou que o famoso programador John McAfee afirmou que é “matematicamente impossível” que o Bitcoin não atinja o valor de US$1 milhão até o final de 2020.

De acordo com ele, chega a ser fútil comparar a criptomoeda com ações tradicionais.

O Bitcoin não é uma ação. A fundo, o ativo é uma moeda digital independente de centralização. Foi desenvolvida para realizar pagamentos P2P, então o método de analisá-lo é completamente diferente do utilizado para analisar uma ação.

Rally do Bitcoin veio para ficar

É provável que o valor da moeda continue subindo, visto que os aspectos técnicos e os fundamentos estão intactos.

Levando em consideração o movimento das últimas duas semanas, o MACD indica uma tendência positiva para o ativo pela primeira vez desde maio de 2015. Pode ser que o Bitcoin esteja pronto para uma grande tendência de alta.

No lado da fundamentação, o aumento na demanda poderia alavancar maiores ganhos. É claro que a aposta de McAfee no valor de US$1 milhão até 2021 parece um tanto improvável, mas é possível que a meta seja atingida mais à frente.

Wences Casares, do PayPal, acredita que o sucesso do Bitcoin como uma moeda descentralizada será a chave para seu crescimento. A falta de desenvolvimento financeiro em determinadas economias poderia levar ao aumento no número de detentores da moeda.

O ativo é um grande sucesso em nações africanas, visto que está se tornando um dos meios favoritos de enviar e receber pagamentos, no lugar do dólar americano.

Alguns críticos geralmente não se dão conta de que o Bitcoin não é uma ação, mas uma moeda digital que permite pagamentos P2P, e é independente de autoridades centrais. Esta é uma das razões pelas quais analistas não deveriam avaliá-lo utilizando mecanismos de análise de ações, ou acabarão tendo que engolir suas palavras.

FONTE: CCN

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli