Stablecoin? Tether afirma ter investido parte de suas reservas em Bitcoin

Empresa por trás de stablecoin revela ter investido em criptomoeda volátil

De acordo com um arquivo judicial obtido pela the Block, a equipe por trás da stablecoin Tether afirmou ter investido algumas de suas reservas em Bitcoin.

Segundo o documento (datado de 16 de maio), o advogado David Muller, da Bitfinex, declarou que a Tether investiu “uma pequena quantia” de seus fundos em Bitcoin, especificando que “anteriormente à ordem do dia 24 de abril (…) a Tether realmente investiu em instrumentos além de dinheiro e equivalentes de dinheiro, incluindo Bitcoin, eles compraram Bitcoin.” Posteriormente, Muller afirmou que a empresa realizou “outros investimentos, incluindo a compra de outros ativos”.

Em resposta ao testemunho do advogado, O juiz da Suprema Corte de Nova York questionou a lógica de investir as reservas de uma stablecoin em um ativo volátil como o Bitcoin.

“A Tether me parecia uma calmaria em meio à tempestade de negociações de criptomoedas. E se a Tether é apoiada pelo Bitcoin, como isso é consistente? Se alguns dos seus ativos estão relacionados a uma moeda volátil que a Tether deve de algum modo modular, parece que eles estão brincando com o que estão dizendo.”

Anteriormente o WeBitcoin noticiou que a Procuradoria Geral do estado de Nova York alegou que a exchange Bitfinex perdeu cerca de US$850 milhões e em seguida utilizou fundos da Tether para cobrir o rombo. Advogados da Tether já haviam confirmado rumores de que seu token não é totalmente apoiado pelo dólar. De fato, apenas 74% é vinculado à moeda.

Posteriormente, a Procuradora Letitia James pediu a entrega de documentos que supostamente estavam envolvidos em um acordo realizado entre as duas empresas.

Após o pedido, o juiz decidiu que as partes deveriam tentar resolver sua disputa e apresentar um argumento refinado, acrescentando que a corte não poderia forçar uma ação contra a Bitfinex e a Tether. Ambas as empresas negaram qualquer prática maliciosa, criticando duramente as autoridades novaiorquinas por como as coisas aconteceram.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli