Vai mesmo buscar U$ 15.000? – Análise BTC

Previsão de Max Keiser começa a tomar contornos de realidade e alvo já está mais próximo

Ontem o Bitcoin estava pairando a maior parte do dia na faixa de U$ 10.800 – U$ 11.000 tentando superar a linha de tendência ascendente de longo prazo, mostrada no gráfico diário (marcado em laranja no fim dessa matéria).

Quando os mercados asiáticos acordaram, finalmente aconteceu: a linha de tendência, junto com a significativa área de resistência de U$ 11.000 – ficou para trás. Ao romper U$ 11.000, o Bitcoin finalmente põe fim à formação altas inferiores nos últimos 20 dias (gráfico diário).

Poderia o Bitcoin buscar novas altas em 2019? Como noticiamos ontem (você pode ler clicando aqui) Max Keiser disse que Bitcoin alcançaria U$ 15.000 esta semana. Isso é mesmo possível?

“Estou sentindo que o #Bitcoin vai ultrapassar $ 15.000 esta semana. A confiança nos governos centrais, bancos centrais e moeda fiduciária centralizada está em uma baixa de várias décadas.”

Ao mesmo tempo que alguns ganham… outros nem tanto

Enquanto isso, quando você pensa que não há mais fundo, seguindo a crescente taxa de dominância do Bitcoin sobre o mercado, as altcoins caem ainda mais. A Ethereum está vendo seu nível mais baixo contra o Bitcoin desde março de 2017. Outras altcoins sangram seu valor pareado ao Bitcoin, no que parece ser um túnel sem fim.

Ninguém pode prever, quando, ou se novamente chegará a ocorrer uma temporada de altcoins. Até então – gerenciamento de risco é o nome do jogo.

Valor de mercado total: U$ 305 bilhões

Bitcoin Market Cap: U$ 206 bilhões

Índice de Dominância BTC: 67,6%

* Dados da CoinGecko

Níveis-chave para assistir

– Suporte / Resistência: Após a enorme fuga, o Bitcoin está agora enfrentando a área de resistência de U$ 11.500 – U$ 11.600 (necessita consolidação). O próximo nível de resistência seria de U$ 11.800 – U$ 12.000. A  linha de tendência decrescente de 2019 está marcada em amarelo no gráfico diário. A seguinte resistência será então de U$ 12.400 – U$ 12.500, antes de chegar às atuais máximas de 2019, em torno de US $ 13.500 – US $ 13.880.

Buscar os U$ 15.000 previstos por Max Keiser nessa semana é possível, mas não é tão simples. Para tal,o BTC precisará evoluir rápido nos próximos dias. Contudo, não podemos esquecer que estamos falando do Bitcoin, que, não muito tempo atrás, nos apresentou vários rallys de preço em curtos espaços de tempo.

Do lado de baixo da moeda, a região de apoio mais próxima encontra-se na área de preço atual. Mais abaixo está a resistência na linha de tendência descendente que deu suporte em U$ 11.150. Abaixo estão os U$ 11.000, seguidos pelos “velhos” U$ 10.500 – U$ 10.600 (de ontem).

– RSI do gráfico diário: O RSI está mostrando um momento de alta, o rompimento é real quando o RSI quebra o nível de alta de 60, enfrentando agora 64. O oscilador estocástico RSI está prestes a mudar para o lado negativo, atingindo o território de sobrecompra. Se isso acontecer, o Bitcoin provavelmente passará por uma correção antes de tentar novamente ir para os níveis mais altos.

– Volume de negociação: já foi mencionado aqui, mas o atual rally do Bitcoin não tem volume de compradores até agora. Isso pode mudar a qualquer momento, e talvez parte do motivo seja que o mundo ainda não retornou aos dias úteis do fim de semana. Veja como está a vela de volume que fecha hoje (segunda-feira).

BTC/USD BitStamp – Gráfico de 4 horas

btc_aug5_4h-min

BTC/USD BitStamp – Gráfico diário

btc_aug5_d-min

Texto adaptado de: CryptoPotato

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.