Changpeng Zhao, CEO da Binance, não sabe explicar a alta do Bitcoin

Changpeng Zhao, ou CZ, está perdido – e não é o único

O Bitcoin avançou quase 14% nas últimas 24 horas, estando atualmente cotado a US$4718,94. A criptomoeda dominante do mercado chegou a tocar os US$5 mil nesta madrugada.

O volume de troca saltou de US$10,1 bilhões no dia 1 de abril para US$17,6 bilhões hoje. A questão é: apesar deste movimento ser esperado há algum tempo, ninguém contava com ele agora. Aparentemente, nem mesmo as grandes figuras da cripto esfera sabem explicar esse súbito pico.

Ran Neuner, apresentador do programa Crypto Trader na CNBC África e CEO da Onchain Capital (companhia que investe no setor cripto), foi o primeiro a se manifestar sobre o fenômeno:

https://twitter.com/cryptomanran/status/1112955664224092165

“Mais de um milhão de pessoas no Cripto Twitter e ninguém sabe explicar o pico!”

Changpeng Zhao, mais conhecido como CZ, é CEO da Binance, maior exchange de criptomoedas do mundo em volume diário de troca. Por meio do seu Twitter, ele brincou sobre as pessoas estarem perguntando sobre notícias que poderiam ter impulsionado a alta:

“Alguém sabe de alguma novidade? Me perguntaram ‘algumas’ vezes, mas honestamente eu não tenho ideia.”

Uma hora depois, ele sobre o jantar de Michael Arrington, fundador do TechCrunch, e executivos da Terra Money (empresa responsável pela stablecoin Terra):

“Continuem fazendo o que vocês estavam fazendo há uma hora. Claramente funcionou!”

Arthur Heyes, CEO da BitMEX, também entrou na brincadeira. Em resposta a um tweet que dizia “você pode medir o sentimento sobre Bitcoin pelo tamanho do sorriso do Heyes”, ele brincou:

“Você sabe qual é a melhor parte? Eu estou sempre sorrindo.”

O tweet original brincou ainda que o sorriso acima representa o sentimento de hoje.

Melhor não cochilar

Conforme apontado pelo analista Josh Olszewicz, que escreve para o Brave New Coin, o índice de força relativa (RSI) do Bitcoin está em 85 nas leituras.

Esta zona é claramente overbought (acima de 70), e a última vez em que ela foi atingida? Dezembro de 2017, no meio do pico das criptomoedas.

Caso a história se repita, é possível que uma movimentação para baixo ocorra, assim como ocorreu e tirou o BTC da sua pomposa cotação com cinco dígitos.

Resta aguardar para concluir se a história se repetirá – ou se o mercado continuará surpreendendo grandes figuras.